Blog da Construmoura Construtora | 6 razões para começar a investir em imóveis ainda em 2020
15655
post-template-default,single,single-post,postid-15655,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-14.2,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive

6 razões para começar a investir em imóveis ainda em 2020

6 razões para começar a investir em imóveis ainda em 2020

A pandemia do novo Coronavírus pegou todos de surpresa. Porém, apesar da crise mundial que estamos passando, investir em imóveis ainda é um dos melhores negócios em 2020. Muitos especialistas dizem que o Brasil não só está vivendo um novo “boom” imobiliário, como provavelmente seja um dos maiores dos últimos tempos.

Por mais que entre os próprios especialistas, haja uma pequena discordância se é o maior ou não, uma coisa é certa: estamos vivendo um bom momento! Se você busca investir em imóveis, e está em dúvida se deve esperar tudo passar ou apostar ainda em 2020, leia abaixo algumas razões que vão lhe convencer que o momento é agora!

Valorização 

Com a queda da Taxa Selic – Taxa básica da economia definida pelo Banco Central para controlar a inflação – investir em imóveis já rende muito mais que a poupança. Além disso, apesar da redução dos juros, imóveis seguem a tendência de valorização: quanto mais o tempo passa, mais valorizado é.

Pensando na valorização do imóvel, é preciso lembrar que saber escolher o melhor imóvel para investir não é uma tarefa fácil! Afinal, é com base em uma boa escolha que é possível ter um ótimo rendimento ao longo dos anos. Por isso, é importante investir em uma imobiliária que lhe ofereça segurança e boas oportunidades.

Juros mais baixos da história 

Ainda falando da queda da Taxa Selic. A crise do novo coronavírus fez com que o Banco Central fizesse novos cortes na Selic. Por consequência, diversos investidores que antes mantinham praticamente todos os seus recursos na renda fixa mais conservadora, viram seus retornos decrescerem, passando então a investir uma parcela de seu patrimônio em outros ativos com mais possibilidade de retorno, como o setor imobiliário.

Além do mais, esta queda da Selic também reduz por consequência o custo dos financiamentos imobiliários, visto que os juros dos créditos também tendem a diminuir. Somando ainda as medidas mais recentes adotadas pelo governo federal para haver um incentivo dos bancos emprestarem dinheiro, como aumentar os prazos.

Concluindo, os juros baixos e o fato de uma compra de um imóvel se tratar de uma decisão de longo prazo, explica o motivo do segmento imobiliário residencial não sofrer nenhum baque com a crise, como vimos acontecer com alguns outros setores econômicos.

Alugar voltou a ser interessante

A Covid-19 fez com que muitos começassem a questionar alguns desejos e rotinas, e estimasse que um destes questionamentos tenha sido em voltar a ver com bons olhos alugar ao invés de comprar.

Segundo algumas pesquisas de tendência de mercado, alugar voltou a ser interessante. Por mais que comprar um imóvel próprio ainda esteja entre os maiores sonhos do brasileiro, muitos vem notando que alugar um imóvel atende as expectativas de vida. Segundo profissionais do mercado, está havendo cada vez uma procura em alugar ao invés de comprar, o que só mostra que é um bom momento de investir em um imóvel e coloca-lo para alugar.

Renda extra 

Uma das vantagens mais óbvias de comprar um imóvel e colocá-lo para locação é a fonte de renda extra, que garantirá aquela grana segura todo mês, sem precisar passar nenhum aperto contando apenas com o salário, ainda mais em tempos de pandemia. Com isso, além da valorização do seu imóvel, algumas taxas extras, como de condomínio, ficam por conta do inquilino.

Benefícios fiscais

Investimento imobiliário traz inúmeros benefícios fiscais, você pode obter dedução fiscal sobre juros de hipotecas, fluxo de caixa de propriedades de investimentos, despesas operacionais e custos, impostos sobre a propriedade, seguro, depreciação (mesmo se a propriedade ganhar valor) e outros benefícios.

Preços mais baixos

Havia muito otimismo para o mercado imobiliário de 2020, até que a pandemia surgiu e surpreendeu a todos. Por mais que o isolamento tenha causado uma diminuição nesta procura, consequentemente ele também derrubou os preços em boa parte do setor. Por isso, quem já está em busca de investir no mercado imobiliário e possui uma situação financeira condizente a este tipo de investimento, provavelmente conseguira encontrar bons negócios para fechar, com valores excepcionais. Outro ponto que é preciso lembrar é de que a economia já vem dando sinais de recuperação com o processo de reabertura, além da luz do fim do túnel que é a chegada da vacina.

Mais facilidades nas negociações 

Ainda seguindo o raciocínio acima de preços mais baixos, há também mais facilidades nas negociações. Como o setor de construção civil passou por anos de extrema produtividade, muitas casas e apartamentos foram e ainda estão sendo construídos. Mas, por conta da pandemia, como muitos acabaram ficando descapitalizados e focando-se apenas nos gastos essenciais, muitas imobiliárias, construtoras e até mesmo proprietários, se encontram dispostos a negociar, se isso significar fechar uma venda.

Portanto, se você já possui um valor disponível para uma entrada interessante, ou até mesmo para um pagamento integral, é possível que estas imobiliárias, construtoras e proprietários busquem ajudar e se ajudar para obter um bom negócio, fechando um imóvel por um justo preço e/ou até uma oferta interessante.

Com pandemia ou sem, sempre há uma demanda! 

Como bem sabemos, muitos brasileiros ainda possuem o sonho de ter a casa própria, ou encontrar um lugar para chamar de seu, mesmo que se trate um imóvel alugado, já que acima de tudo, a busca é pela liberdade. Assim, mesmo estando em meio a uma crise mundial de saúde como nunca se viu antes, ainda sim há muitas pessoas que seguem empregadas e com uma boa situação financeira, em busca de seu espaço.

Dentro disso, destacamos uma pesquisa recente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), onde mostra que o Brasil sofre com uma falta de 7,7 milhões de residências. Sendo assim, com o aumento populacional, aumenta também a busca por unidades para locação, mostrando que o mercado segue em constante crescimento.

Mais opções 

O mercado vem oferecendo uma grande variedade de imóveis para venda, dos luxuosos aos compactos, casas ou apartamentos, em diversas regiões e para os diversos bolsos. Ou seja, é hora de aproveitar para investir, independente do quanto você está disposto a investir em imóveis ainda em 2020.

Sendo assim, é certo que haverá uma opção que atenda às suas necessidades e desejos de maneira mais completa, sem precisar necessariamente apertar de algum lado para realizar esta vontade de investir. Lembrando sempre de que para haver um retorno positivo, é preciso acima de tudo, realizar as mais diversas pesquisas e encontrar uma imobiliária com profissionais capacitados e que lhe tragam confiança.

Investir em imóveis é mais seguro que guardar

Investir no mercado imobiliário é um dos modelos de investimentos que mais trazem segurança. Um dos motivos é que este tipo de investimento proporciona mais segurança para você e até mesmo suas futuras gerações, já que casas e apartamentos geralmente se tornam uma boa fonte de renda, seja em locação ou venda. Com o país vivendo altas turbulências, guardar dinheiro pode não ser a opção mais viável a ser considerada, sendo muito mais positivo optar por investimentos como este, que não podem ser confiscados, ou até mesmo sofrer grandes quedas em pouco tempo, como poupança e ações.

Viu como investir em imóveis pode ser uma ótima pedida para o ano de 2020? Lembre-se, são nas crises que vem as melhores oportunidades.


Construmoura Construtora

Construmoura Construtora

Conheça nossa empresa e nossos empreendimentos: Nós temos um CONSTRUMOURA que combina com você. Em Mongaguá, Praia Grande, Itanhaém e agora no Guarujá.